Feeds:
Posts
Comments

Archive for the ‘Literatura’ Category

Acabei ontem e só tenho a agradecer a J. R. R. Tolkien por ter criado personagens vivos em uma terra que nos chama para experimentá-la. O Hobbit é gracioso. Tolkien oferece um nível de imersão em sua obra que nunca antes senti. Assumo que gostei muito da obra por ter encontrado Anões, Elfos e Magos, personagens típicos das campanhas de RPG que há muito não sento em uma mesa com amigos para jogar. A obra é muito mais. Os personagens são cheios de vida. A descrição de seus hábitos, trejeitos e cismas nos fazem lembrar de parentes e amigos que se encaixam perfeitamente nas raças que existem apenas no papel.

Tolkien é mais que um escritor. É um artesão que habilmente talha a pedra bruta transformando-a na mais bela obra de arte. Ele faz isso com todos os seus personagens, até mesmo aqueles que são apenas coadjuvantes, como as Águias, que aparecem rapidamente para ajudar Bilbo, Thorin e seus companheiros, mas pelas palavras usadas, a maneira como o escritor descreve esse povo, notamos que são nobres, educados, companheiros fiéis. Quem não queria estar no lugar de Bilbo ao pegar uma carona com elas? E a ajuda valiosa que esse povo deu na Guerra das Cinco Raças? Assim como Beorn que é um inimigo feroz bem como um amigo valoroso. Todos personagens que são tocados de uma forma ou de outra pela aventura do Hobbit e seus companheiros Anões.

Mais interessante na narrativa é a enorme atenção dada ao cenário em que a história se passa. O cenário também é personagem. As terras descritas no livro são vivas e exercem influência em como a história se desenrola. Os perigos da Floresta Negra, a dura Montanha Solitária e a Desolação ao seu redor, causada por Smaug. Mais uma vez as hábeis mãos do escritor moldam uma terra que pulsa vida, propiciando um nível de envolvimento, uma experiência de imersão literária deliciosa, que somente escritores que desejam contar uma história da melhor forma possível, se preocupando com seu leitor criando referências, contextualizando e desejando que seu leitor se agrade e retorne para continuar a ouvir sua história, consegue. Os mapas e as línguas criadas não mentem.

Comecei agora a ler O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel. Com certeza será mais uma agradável experiência.

Se quiser saber mais sobre o que estou lendo e o que li, me adicione no Skoob 😀

Advertisements

Read Full Post »